Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

Team Strada, Ministério Público, Parentalidade e Ilusão

Julho 28, 2019

P. P.

business-3173322_1920

 

Certamente, neste espaço, sou um dos poucos, que não conhece o Team Strada nem o respetivo manager. Tenho de averiguar. É sabido que "O manager do Team Strada beijou um youtuber menor e a polémica inundou as redes sociais".

No que diz respeito ao beijo, esse nada me chocou. Na verdade, não fosse a polémica instalada e não me teria apercebido. Julgava tratar-se de um beijo longo e de língua. Um homem de 36 anos e outro de 17. Afinal, um beijo nos lábios, tipo "chapinha". Logo se falou (e fala) em "pedofilia" (assim citado nos diferentes recursos que utilizei, uma vez que esta doença envolve crianças até aos 14 anos). Mas um jovem de 17 anos já sabe aquilo gosta e quer. Ao nível da orientação sexual, pode até estar a construir o seu modelo, a experimentar... Pelo exposto, para mim, "pedofilia" não faz sentido. Abuso, ainda é requer o apuraramento de fatores e factos. Claro que, atendendo ao que vi no vídeo. Um jovem que me parece carente de afetos, o conforto de um abraço. Outro há, no qual parecem-me apaixonados. Preconceito para com a diferença de idades ou finalmente a falsa aceitação dos LGBTI+ fez com que o vulcão manifestasse atividade explosiva e não efusiva?

Reitero que quase nada sei a respeito desta equipa e seu mentor. Assim sendo, questiono o papel e a função dos pais destes adolescentes. "Influenciadores digitais", o que são e quem são? O que leva os pais a embarcarem neste "sonho", provavelmente deles, o qual nunca lhes foi permitido, projetando-se nos filhos?

Não é alguém cujas práticas desconheço que incute-me a compra de um creme, de determinada roupa, comportamento,... Para isso, serve a conversa com as pessoas certas, nos locais certos. Mesmo que se falhe.

Na passada sexta-feira, no supermercado, a minha mãe deu prioridade a uma senhora e seus dois netos, pois levávamos muitos produtos. Além da senhora não ter agradecido, algo a que começo a habituar-me nesta vila designada por cidade, não pude deixar de reparar nas compras da neta, uma menina com idade para ser minha aluna no 6.º ou 7.º ano: esponjas e pincéis de maquilhagem. Compreendo esta aquisição, inclusive por parte de um rapaz/homem, quando há problemas de pele e os corretivos ajudam a preservar alguma autoestima. Numa menina(o), com uma pele fantástica, não. Devo referir que os olhos pintados é algo cada vez mais frequente já nas meninas do 5.º ano, e os batons nas do 4.º ano. A que se deve a necessidade de sexualizar as crianças, desde tão cedo?

Os riscos das redes sociais estão bem plasmados na série Euphoria. Já os vimos também em Por 13 Razões, Além das Razões e Élite. O que é que ainda falta? Talvez, como a minha mãe sempre fez, não obstante a sua 4.ª classe, que os pais acompanhem os filhos durante a visualização de certos conteúdos e falar a respeito, de forma natural, mas assertiva. É verdade que, na qualidade de professor, obrigo-me a ver as séries que os meus alunos acompanham, a criar uma conta nas redes sociais que vão surgindo, a respeito das quais vão-me falando... Pode parecer estranho, mas garanto-vos de que até os desenhos animados podem influenciar o comportamento dos jovens. O que dizer das séries?... Da minha experiência, não posso esquecer quando surgiram os Morangos com Açúcar. A mudança comportamental, de atitudes e práticas que se verificaram em jovens do 2.º e 3.º Ciclos.

Entretanto, aguardemos pelo desenvolvimento do caso Team Strada.

Para saber mais, pode ler o artigo

[Atualização: "E quando rebentar a bolha da ilusão"]

54 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Direitos

Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D