Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

Desafio 52 semanas - Parece que todos sabem...menos eu

Novembro 17, 2018

P. P.

Desafio 52 semanas por Fátima Bento

 

 

Semana 46 - Parece que todos sabem ____________ menos eu!

 

 

Perco-me by PP

 

 

Viver

 

Ter amigos

 

Acreditar

 

Nadar (só sei nadar nas incertezas e divagações)

 

 

Viajar ou passar férias sózinhos

 

 

Conduzir bem, fazer isto e aqulo bem,...

 

 

Encontrar uma "álma-gémea" 

 

 

 

 

   Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana Paula, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, a Fátima, a Gorduchita, a Happy,  a Hipster Chic,  a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana e a Tita  

(nomes ordenados alfabeticamente)

Espreitem o que cada um de nós vai respondendo ao longo do ano também podem espreitar pela tag  52 semanas

 

 

Desafio 52 semanas - Lembra-me a minha adolescência

Novembro 10, 2018

P. P.

 

Desafio 52 semanas

 

 

 

Semana 45 - Lembra-me a minha adolescência

 

   Relativamente à minha adolescência devo considerar 3 etapas: o início, a fase intermédia e a fase final (o jovem adulto). De início, tudo foi muito engraçado. O aparecimento dos pelos e a expetativa de que aparecessem muitos mais, num louro que os fazia "desaparecer" quando à luz solar. Os sonhos e as alterações comportamentais. A 1.ª vez que fiz a barba (aliás, que o meu pai me a fez), entre fragrâncias de lima-limão. Sim, naquela altura, além de brincar a explorar o corpo da colega, na aula de Biologia, e vice-versa, escrevíamos as letras de músicas nos tampos das mesas da escola, enquanto o professor falava de qualquer coisa que seguramente não era sexo. A música e as revistas alemãs de música fizeram parte desta etapa, assim como a leitura de cada livro que fosse proibido ("Sucessões ecológicas"? Para nós seria algo como "Sucessões sexuais"). Não me refiro às revistas de porno ordinário que víamos durante a aula de Português, a quatro, enquanto a professora apenas conversava com "os drugas", explorando as práticas semanais destes, regra geral a destruir jazigos ou a copular nos mesmos. 

   Uma fase de deuses e deusas, na qual tomei consciência de mim próprio e tornei-me obcecado por perfumes. Entretanto, as rádios piratas começaram a progredir. Para bem da música.

 

 

 

 

   Não posso esquecer a fase das mamas.

 

 

 

Assim como do rei e da rainha.

 

 

   Foi nesta fase que comecei a gostar cinema europeu e de autor. 5 Noites 5 Filmes, na RTP2 prevalecia face ao estudo. Joaquim Leitão, Pedro Almodóvar, Bernardo Bertollucci foram alguns nomes presentes.

 

 

Quanto cinema dos anos 60 a 80.

Quanta música...

E a exuberância.

 

   Agora sei, e já consigo falar a respeito, do assédio sexual por parte de um professor de trabalhos manuais ou oficinais, para comigo e uma prima da mesma turma. Tanto fugimos que tivemos negativa no 2.º período. 

 

Com as hormonas mais estabilizadas surgiu uma estrela, que levou-me a adorar o 9.º ano.

 

 

E palavras intemporais, na forma de música.

 

 

Entretanto, a ansiedade foi-se instalando, domando-me.

Caminhei rumo a uma fobia social e tornei-me ainda mais diferente do que já era. Uma etapa antecedida de erros, de estar impedido de ser quem era/como era, de questionamentos e anseio pela chegada do manto negro da morte. 

Adiante...

Para finalizar, ainda que a acne não me tenha abandonado (Forever Young) , a tolerância e um Eu que se formava, ciente dos defeitos (I Want the perfect body/ I want the perfect soul).

Seguiram-se sonhos desencontrados, retornos, abandonos, erros, o bom, o mau, amores impossíveis, improváveis, pedaços e fragmentos de um ser. Uma súmula de pessoas encantadoras, fascinantes, repugnantes e detestáveis. 

 

 

   Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, a Fátima, a Gorduchita, a Hipster Chic, a Happy, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana e a Tita

Desafio 52 Semanas - Uma profissão de sonho

Julho 01, 2018

P. P.

Desafio 52 semanas.jpeg

 Semana 26 - Uma profissão de sonho

 

   Sem dúvida que, caso não fosse professor, seria psicólogo. Aliás, esta é a área que devia ter seguido, o que já foi confirmado por especialista. Por que razão não o disseram na altura dos testes psicotécnicos e vocacionais, que tanto deixaram-me indeciso no percurso entre as ciências exatas e as humanidades?

Atualmente, há quem diga que devo estudar esta área, mas quando é que os professores têm tempo para um outro curso? Sobretudo, gosto de analisar e compreender comportamentos humanos. Explorar mentes subversivas, e por vezes hediondas. De dar a mão.

   De um ponto de vista materialista pertencer a uma classe social alta e apoiar os desfavorecidos, é atualmente um dos meus devaneios. Embora não seja apaixonado por dinheiro, e tenha outras prioridades, infelizmente este permite-nos impor, definir territórios e concretizar pequenos idílios, como viajar, ter acesso a bons médicos, "renovar-nos",... 

Idiossincrasias minhas!

 

blur-close-up-dew-1046159 - Photo by Arnesh Yadram from Pexels

 Photo by Arnesh Yadram from Pexels

 

   Neste desafio participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana e a Tita

 

Visitem os respetivos espaços ou sigam "desafio 52 semanas".

 

 

 

 

Desafio 52 Semanas - Tenho Pavor de...

Junho 22, 2018

P. P.

Desafio 52 semanas by Fátima Bento

 

Semana 25 - Tenho  pavor de

 

  Este é um tema a respeito do qual tanto posso escrever. A "pavor", associo as palavras "medo" e "fobia".

Assim sendo, de forma sucinta, tenho pavor:

 

 

 

   - dos diferentes tipos de violência;

   - da solidão;

   - do futuro;

   - dos governantes;

   - daquilo que estranhamente chamam "democracia" e respetiva "evolução" do conceito;

   - das guerras;

   - de não mais voltar a ser livre, na minha profissão;

   - de não a suportar, dadas as inúmeras injustiças a que assisto, de vária ordem, não sabendo eu fazer mais nada;

 

 

 

   - de conduzir (por vezes, a fobia que durou anos ainda se manifesta);

   - de conduzir na cidade, em hora de ponta; (Em Viseu saem de uma rotunda e logo encontram outra...)

   - de ficar dependente de terceiros;

   - da morte daqueles que são-me queridos ou fazem parte da minha história;

 

 

 

   - de não controlar uma crise de ansiedade ou impulsividade;

   - da noção de não vir a superar um quadro clínico que se mantém desde os 15 anos;

   - de envelhecer, sem qualidade de vida e respetivos cuidados;

   - do regresso dos incêndios, no meu caso, os de outubro;

   - de vir a ser acusado injustamente (o que já aconteceu);

   - de ser responsável por um acidente automóvel, atropelar alguém ou algum animal;

   - de não morrer antes que a minha mãe;

   - de nunca aprender a viver e ser feliz.

 

 

 

 

 

   Nesta TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana e a Tita

 

Visitem os respetivos espaços ou sigam "desafio 52 semanas".

Todos os temas musicais desta publicação não o são de forma aleatória...

 

 

 

 

   

Desafio 52 Semanas - As séries da minha vida

Maio 11, 2018

P. P.

Desafio 52 semanas by Fátima Bento

 Semana 19 - As séries da minha vida

 

 

 

   Na 1.ª infância as séries de animação ocuparam o 1.º lugar. Depois, ainda criança e sem perceber o que era dito, Super Homem e Super Mulher  ocuparam lugar de destaque. Seguiu-se O Homem da AtlântidaVerão Azul, Dallas, Dinastia, Galáxia, Espaço 1999, O Fugitivo, Os Contos de Alfred Hitchcock, Os CincoAgatha ChristieEra uma vez a vida  e algumas alemãs e inglesas, na 2.ª metade dos anos 80.

 

 

   Com a entrada na adolescência e as hormonas saltitantes, Red Shoe Diaries preencheu alguns dos meus prazeres secretos, admirando, sobretudo a cinematografia de Zalman King. Não posso esquecer algumas brasileiras, sobretudo as da extinta Rede Manchete, como Ilha das Bruxas, ou da Rede Globo, de que são exemplo, Riacho Doce e Malhação (a respeito desta série escrevi aqui)

 

   Seguiu-se um longo período com prioridade dada ao cinema de autor e de referência. Títulos clássicos, irreverentes, ousados, do cinema novo; falado em várias línguas, desmarcando-me do lado comercial daqueles que provinham dos USA. Este é um hábito que ainda conservo. 

 

   Com acesso a canais de televisão estrangeiros, via satélite, uma série "agarrou-me" anos mais tarde, Queer As Folk América (a versão inglesa e original é deveras pouco ousada e com preconceitos que não combinam comigo).

 

 

   Esta série apresentou novas dinâmicas, ainda hoje inovadoras, histórias de amor, drogas, ... pessoas comuns, não obstante as diferenças. Permitiu-me compreender melhor o mundo trangénero, como relatei aqui. Seguiu-se Nip Tuck. O fascínio pela perfeição, o lado bom e o oculto em nós. Em ambas as séries, devorei todas as temporadas. 

 

 

De seguida, pela história, irreverência, planos de filmagem, ousadia... Spartacus.

 

 

   Apenas com o aparecimento da Netflix tornei-me fã de séries. Encontram-as, neste blogue, com as tags "netflix" e/ou "opinião"

 

Atualmente, no Tv Séries, tenho acompanhado The Leftovers , da HBO. Perdi vários episódios ao deixar de assinar o canal e em todo o período sem televisão por cabo, satélite ou Internet (ainda se lembram dos incêndios em outubro?)

 

 

   Curiosamente, ao pesquisar no blogue a última hiperligação sinalizada, fui ao encontro de duas publicações pessoais e em meu entender importantes, ignoradas pela equipa do Sapo, talvez porque apenas devamos mostrar o lado bom da vida (ironia!), Preconceitos Inauditos para com a Doença Oncológica e   A fotografia que decidi não publicar.

   Destaco ainda The Affair.

 

 

   Atualmente, acompanho uma série bíblica na Netflix e na SIC Radical, O Negócio, da HBO Brasil.

 

 

Em suma, o meu estilo abrange dimensões humanas, com uma forte dose de análise do comportamento humano e da História no passado e presente. Nesta publicação, não fiz referência às séries de domínio científico, também elas muito importantes.

 

   Neste TAG participam para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana e a Tita

Visitem os respetivos espaços ou sigam "desafio 52 semanas".

 

 

Desafio 52 Semanas - Sinto saudades de...

Maio 04, 2018

P. P.

Desafio 52 semanas by Fátima Bento

   A falta de tempo e o estado de espírito têm-me afastado deste desafio.

Eis-me de regresso.

 

Semana 18 - Sinto saudades 

 

- Ver a minha avó sem doença de Alzheimer e brincar com ela.

 

dementia-3268560_1920

 - Dos tempos de criança e pré-adolescente

 

444H

 

- De ser um professor livre em criar as aulas, desenvolver o currículo

 

433H

 

- Dos tempos em que não imperava o egocentrismo

 

304H

 

- Das flores e cores da natureza, ainda sem efeito dos incêndios, pesticidas e diversas formas de poluição

 

316H

- De sentir-me feliz

 

414H

 

- De não conhecer o cancro e a doença de Alzheimer na prática, com sequência cronológica tão desgastante e concomitantes consequências.

 

399H

 

- De Amigos e conseguir sorrir, reconquistando o brilho do meu olhar.

 

242H

 

 

  Neste desafio participam, para além de mim, a 3ª face, a Ana, a Ana Paula, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, a Fátima, a Gorduchita, a Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, a Sweetener, a Sofia, a Tatiana e a Tita

Visite-os também.

 

 

 

 

Desafio 52 Semanas - Os meus brinquedos preferidos na infância

Março 16, 2018

P. P.

   Não fui uma criança com excesso de brinquedos, uma vez que os meus pais sempre recearam tornar-me mimado (pode ler-se também "fútil") nem pretenderam que divergisse dos meus colegas de escola. Admito, nunca ter sido muito exigente. Sempre soube brincar sozinho e criar os meus brinquedos. Eis uma criança na segunda metade da década de 70 e primeira da de 80.

 

Semana 11 - Brinquedos preferidos na infância

 

Desafio 52 semanas by Fátima Bento

 Caixas de fósforos

   Com estas construía comboios, nos quais transportava, em grandes aventuras, as minhas personagens de Os Marretas. Já com os fósforos fazia diferentes figuras, como a humana. Enquanto isto, a minha mãe preparava as refeições.

 

fire-684014_1920

 

Caixas de ovos

   Estas eram as minhas principais naves espaciais.

Pelo Universo, os meus bonecos viajavam entre aventuras sem par.

 

egg-carton-941744_1920

 

A minha árvore de Natal, decorada da forma inusitada

 

Normalmente, recheada de utensílios de cozinha já não utilizados.

 

holiday-1282996_1920

Solo

A "terra" servia para fazer deliciosos bolinhos.

 

karen-maes-310484-unsplash

Photo by Karen Maes on Unsplash

 

Árvores

Os meus palcos de teatro e do festival da canção.

 

pine-tree-3135621_1920.jpg

 

Penedos

Locais de escalada, palcos de teatro e canto e a fonte de inúmeras quedas e cabeça partida.

 

rock-540129_1920

 

Passeios de carroça com os avós

Como era bom quando saltava e... trincava a língua.

 

clark-young-135152-unsplash

Photo by Clark Young on Unsplash

 

Brincar na e com a Natureza

A fonte dos meus devaneios: as poças de água, os riachos, os pássaros, as ervas verdes, as flores, ...

 

carolina-sanchez-b-83117-unsplash

Photo by Carolina Sanchez B on Unsplash

 

Bonecos

As personagens das minhas encenações e recontos.

 

doll-3227004_1920

 

Rádio

A fonte das minhas inspirações musicais e de tantos desentendimentos com o meu pai, quando estes avariavam.

 

alberto-bobbera-521660-unsplash

 Photo by Alberto Bobbera on Unsplash

 

Televisão

Com a qual, acompanhado pela minha mãe, aprendi que os escravos eram vítimas, que não devemos ser maus, que existem princípios (tudo isto ao nível de grandes novelas de então) e onde vi as melhores séries de animação. É verdade que tive este aparelho no meu quarto, pelos 6 anos, mas apenas lhe tocava com autorização.

 

tina-rataj-berard-168378-unsplash

  Photo by Tina Rataj-Berard on Unsplash

 

Livros de histórias infantis, revistas, banda desenhada

Desde cedo quis aprender a ler. Mas o importante foram os ensinamentos que adquiri.

 

 

E tantos outros.

Frascos de vidro e latas eram utilizados como instrumentos musicais. Riscar, a esferográficas, as portas de casa, uma diversão e o meu gato de plástico... aquele que a minha mãe deitou fora, uma vez que ainda brincava com ele aos 7 anos, receando que, já crescido ainda fosse o meu brinquedo de eleição. É que ele tomava banho, vestia roupas, voava, dormia...Só não posso contar as maldades que fiz, até aos 5 anos, às crias das gatas da minha avó, apenas para ouvir "miauuuu".

 

 

E vocês, quais foram os vossos principais brinquedos?

É preferível a criança construir os seus brinquados e dar asas à imaginação ou ser alimentada pelo consumismo?

 

   Neste desafio participam, para além de mim, por ordem alfabética, a 3ª face, a Ana, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, a Fátima, a Gorduchita,  Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, a Sweetener, a Sofia  e o Triptofano .

 

   Verifique o que cada um de nós vai respondendo ao longo do ano. Também pode seguir a tag  52 semanas!

Desafio 52 Semanas - Gosto de Comer

Março 10, 2018

P. P.

   Comer é para mim mais do que uma necessidade. É também uma obsessão que adquire algo de obsessivo compulsivo, como forma, inusitada, de combater a ansiedade excessiva. Todavia, neste exercício, e não obstante os meus defeitos, nesta publicação não devemos esquecer aqueles que pouco ou nada teem para comer.

 

Desafio 52 semanas

 

Semana 10 - Gosto de comer

 

Independentemente das minhas problemáticas, os meus pratos preferidos primam pela simplicidade.

 

Photo by Trang Doan from Pexels https://www.pexels.com/photo/pasta-with-vegetable-dish-on-gray-plate-beside-tomato-fruit-on-white-table-769969/

Photo by Trang Doan from Pexels https://www.pexels.com/photo/pasta-with-vegetable-dish-on-gray-plate-beside-tomato-fruit-on-white-table-769969/ 

 

pexels-photo-343871

Arroz

 

pexels-photo-918327

Chocolate

 

pexels-photo-846798

Bolos e outros doces

 

pexels-photo-68899

 Photo by burak kostak from Pexels https://www.pexels.com/photo/water-fruits-colorful-colourful-68899/

 

 

  Neste desafio participam, para além de mim, por ordem alfabética, a 3ª face, a Ana, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, a Fátima, a Gorduchita,  Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, a Sweetener, a Sofia  e o Triptofano .

 

Verifique o que cada um de nós vai respondendo ao longo do ano.

Também pode seguir a tag  52 semanas

Mais sobre mim

Direitos

Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D