Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

20
Fev19

II Anos deste blogue Insensato

por P. P.

background-balloons-birthday-1415557

Photo by rawpixel.com from Pexels 

 

    Sem pretenções, indeciso entre o charco e a plataforma das palavras, por aqui permaneço há 2 anos. Ao contrário de alguns, não recorro a bandeiras ou rótulos, por forma a cativar leitores. Sou como sou e, sobretudo "Eu sou eu e as minhas circunstâncias", como nos refere o filósofo Ortega y Gasset. 

    O futuro é incerto, mas devo agradecer as amizades que por aqui tenho criado. Não posso esquecer, o que tenho aprendido e aquilo que têm-me possibilitado aprender. Só assim podemos evoluír. O meu profundo agradecimento.

Mais inusitado ainda, foi aqui e nas minhas duas redes sociais que tenho encontrado algum apoio e conforto neste momento de profundo vazio, o qual não sei de devo designar por "luto", "estado depressivo", "desgaste"... O contrário do que sucedeu em meio laboral. Ainda recordo, no corredor, aquele beijo desprovido de tudo e as palavras que não ouvi, desmoronando a minha curta esperança em estar errado.

    Neste Insensato, as palavras, por vezes duras e agrestres, não escondem falsas subtilezas ou pensamentos. Aqui, há extremos, com lugar à assertividade. 

    Muitas vezes considero-me um bloguista pouco amado (sei que o sou nesta plataforma!), sem resposta a diferentes solicitações, mas a frontalidade acarreta desvantagens. Curiosamente, até há poucos anos atrás, não sabia escrever sobre um filme ou uma série. Esta não era a minha zona de conforto.

    Não sei se por aqui continuarei.

Na verdade, neste momento, nem o sentido da vida e a minha missão consigo discernir e esmiuçar dos respetivos antónimos. No entanto, obrigado pela vossa presença.

27
Dez17

À Descoberta de Alguns Bloguistas

por P. P.

   O Triptofano, no seu espaço, levou a cabo a iniciativa À Descoberta dos Bloggers . Fiquei incumbido de esmiuçar o que me leva a "não seguir a Pipoca nem a Cocó". 

   A verdade é que, 

 

 

Nem Pipoca nem Cocó

Nem Arrumadinho nem Lince

 

Com saia, minissaia, sem ambos os acessórios, com pipocas doces ou salgadas e fraldas sempre limpas, por aqui paira a desarrumação. Modas marcam tendências e de mim, não faz parte integrar séquitos forçados.

Um blogue deve ensinar-nos algo, expressar estados de alma e ser dotado de verdade. Em nada me seduzem as “estrelas” que não deixam de ser pessoas como nós, mas que por questões de estatuto têm a vida facilitada nos contactos e parcerias, muitas das quais algo dúbias.

O conhecimento e as causas devem mover-nos.

 

 

via GIPHY

 

   A argumentação continua (ou começa?) na publicação do Tripofano, a qual devem visitar.

 

   Outros aspetos interessantes e sobretudo cómicos irão descobrir a respeito de outros bloguistas que participaram no desafio. Como tal, sugiro que iniciem a vossa leitura com a publicação inicial .

 

triptofano 1.JPG

 

   Para finalizar, devo salientar que a minha opinião acerca de uma das bloguistas mencionadas, mudou um pouco ao ler esta entrevista. Convenhamos, não é fácil escrever a respeito do que não nos cativa e concomitantemente não acompanhamos. 

 

E vocês,

Quais são os blogues famosos que não seguem?

Porquê?

03
Set17

Desafio | Um Pouco Sobre Mim

por P. P.

   A convite da Mula, eis-me a responder ao desafio "Um Pouco Sobre Mim".

 

A little bit about me

 


1 - Oferecem-te uma viagem no tempo que não podes recusar. Que época escolherias?

 

A Renascentista. Quase tudo nela encanta-me.

Vamos sair da Idade das Trevas rumo à da Luz?

 

2 - Um filme que te arrependes de ter visto?

 

"Recordações da Casa Amarela". Como posso ter gasto dinheiro para ver obra tão horrenda e de uma lentidão exagerada...

 

3 - Fotografar ou ser fotografado?

 

Fotografar, para assim eternizar olhares e brincar com a luz.

 

4 - Se tivesses obrigatoriamente de apagar o blog amanhã, qual seria o título do último post?

 

"Mudança". Isto porque é um fator da vida presente e que não se pode/deve abnegar.

 

5 - Tens [ou já tiveste] alguma celebridade que consideres como o teu ídolo?

 

De criança a jovem adulto, Madonna foi a minha fonte de inspiração, pois sempre esteve à frente dos tempos, com características subversivas. Depois, comecei a perceber o quanto é importante valorizar-nos e alguns dos meus professores adquiriram destaque.

 

 

 

6 - Uma saída com amigos: discoteca até de madrugada ou jantar e ficam todos em casa a conversar?

 

Jantar pois valorizo as interações sociais que valorizam o olhar e a troca de ideias. Mas tudo com música à mistura, claro.

 

7 - Qual foi a frase que alguém alguma vez te disse e que nunca esqueceste [não precisa de ser profunda, há frases que simplesmente nos ficam na cabeça]?

 

"Tudo passa". Embora nem sempre compreenda...

 

 8 - Quando estás no carro ouves rádio ou escolhes a música que queres ouvir?

 

Quase sempre ouço rádio. A música é inesperada, fico informado e há interação com o ouvinte. 

 

9 - Se pudesses voltar atrás no tempo e dizer alguma coisa que ficou por dizer [porque só te lembraste depois, é o que acontece sempre], o que dirias?

 

Como sou frontal, pouco há o que tenha ficado por dizer. Algo que muito me aliviou perante repentina e sofrida partida do meu pai. Nada como a consciência tranquila. Porém, há alguns pedidos de desculpa pendentes...

 

10 - Se pudesses conhecer mais alguém da blogosfera, através deste método, quem desafiarias? 

 

Por este método ou não, espero que este desafio seja levado avante pelo Triptofano, os rapazes João e Luís Jesus, o  Ismael, o António do Ó e O Meu Maior Sonho

 

 

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sussure-nos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos

Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

Wook