Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

Diana 7 Days - O documentário

Agosto 28, 2017

P. P.

 

 

No funeral de Lady Di

 

 

 

   Teço estas linhas após ter visto, na BBC1, o documentário Diana 7 Days. Já tinha escrito acerca da Presença de Diana , por quem nutro admiração e respeito. 

 

 

 

   Este documentário não é sensionalista. Acompanha os 7 dias que se iniciaram com a morte da princesa do povo. Recorre a uma luz e fundo musical um pouco dramáticos, remetendo-nos, com respeito, para alguém que merece descansar em paz, sem o sensionalismo de mordomos e afins que, em meu entender, pretendem ganhar dinheiro fácil com quem já não se pode defender. Cheguei 30 minutos atrasado, mas penso ter captado a essência do documentário.

 

   Parece-me difícil não ficar sensibilizado com os olhares, ainda de dor, dos filhos de Diana. Para mim, o ponto máximo desta obra, a 1.ª que contou com a presença destes, sem Camelas (perdão, Camilas) e afins. Saliento o "sem". Isto porque, na generalidade, os documentários acerca de Diana tendem a adquirir algo de sensionalista, repletos de excessos nada interessantes, alimentados pela ganância e ódio. Faz sentido ouvir aqueles que, ao saberem da morte trágica da mãe, em público nunca choraram. E que hoje, admiram-se de tal feito, como podemos constatar nas palavras dos seus descendentes. 

 

   Uma amiga referiu que apesar da princesa ter tido uma cerimónia fúnebre maravilhosa, não deixou de a considerar ao estilo de Hollywood. E aqui ficou algo que não entendi, talvez pelo inglês ou por a receção de satélite ter falhado... Pareceu-me que esta observação se estendeu à atuação de Elton John.

 

 

 

   Saliento o ponto de vista dos herdeiros, relativamente aos fotógrafos e jornalistas de empresa cor-de-rosa. Aqueles que a viram morrer, sem nada fazer, enquanto limitavam-se a fotografar, procurando a melhor fotografia. Aquela que, certamente, a alguns garantiu uma vida repleta de regalias, sem qualquer peso de consciência. Os abutres continuam por aí.

16 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Direitos

Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D