Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião, crítica e entretenimento

22
Jun19

As cuecas, a serpente e o Padre

por P. P.

A fotografia do Padre de Pedrogão Grande @FB da TVI24

 

   Nunca umas cuecas causaram tanta polémica quanto as do Padre de Pedrogão Grande. Nunca uma “serpente”, de género duvidoso, foi tão falada e comentada quanto a deste caso, à exceção, claro está, da do Antigo Testamento. Já o facto de a Igreja Católica não acompanhar os nossos tempos, parece não se aludir o suficiente.

   Um Padre é um homem, com a fisiologia e morfologia idênticas à de qualquer outro homem. Recordo, no meu 11.º ano, quando obrigado pelo meu pai a frequentar as aulas de EMRC, contra a minha vontade e princípios, questionar, com uma amiga, o professor, também ele padre, enquanto este defendia a abstinência sexual durante o celibato e ser virgem. “O Sr. Padre, nunca se masturbou?”. Relativamente à virgindade, o meu pai nasceu e morreu virgem.

 

   A sexualidade está presente em todos nós. As suas dimensões diferem em grau e qualidade. À semelhança de qualquer rapaz adolescente (e não só!), os testículos de um Padre produzem espermatozoides que se acumulam nos epidídimos e quando em excesso… Splash! Quem sabe, durante um sonho de prazer, finalizado de forma algo molhada. Ainda a respeito das dimensões da sexualidade, tal como os outros homens, os Padres sentem necessidade de contacto íntimo e afetos por parte de alguém do sexo oposto ou do mesmo. E não, não são serpentes. Casamento, porque não?

 

   À nossa semelhança, os Padres também têm o direito de se sentir bem com o seu corpo, de se mimar… São humanos, reitero. No que diz respeito à roupa interior, cada um usa aquilo que quer e com que se sente bem. Eu preferia não usar nada, não fosse algo ficar perdido nas calças, ao som de La Bamba , deambulando e deambulando, acabando por gerar uma dor atroz ao entrançar a perna de forma descuidada. Na verdade, as cuecas e afins, sobretudo nas senhoras, apenas servem para estimular os maus-odores e alguns fungos.

 

   Admiro este padre pois assumiu o que fez. Admiro-o por considerar-se imperfeito, ter cedido à tentação, mas enquanto Padre, ter dado o melhor de si à sua Paróquia e Igreja. Atinente à posição da Igreja, uma vez mais inusitada, condeno a forma como agiu. Ah!... Já me esquecia: protejam-se os pedófilos, enquanto se desvia a atenção para aqueles que se limitam a ser gente. Uma Igreja que, em termos de canais por cabo, não conseguiu levar a cabo/manter o projeto Angelus, o único canal católico do nosso país. De facto, uma igreja que reparte os “tesouros” de forma que não nos é dada a conhecer. A História assim o diz e está dotada de revelações bombásticas...

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Sussure-nos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos

Ainda que procure uma utilização cautelosa e não abusiva de textos, imagens e sonoridades, poderá haver lugar à utilização indevida de obras objeto de direitos de autor. Contudo, apesar do recurso às hiperligações de origem, sempre que a legislação o implique ou seja devidamente informado, de imediato procederei a reajustes. Os textos e fotografias sem referência bibliográfica são da minha autoria.

Wook