Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[In]sensato

O (in)correto deambula entre nós

[In]sensato

O (in)correto deambula entre nós

Opinião - A Mantis

la mante

 

 

   A Mantis é uma minissérie de 6 episódios coproduzida entre a Netflix e a TF1

 

   Há 20 anos atrás, uma criminosa em série aterrorizou o país, assassinando homens de forma hedionda, os quais praticavam "delitos" familiares. Dos seus alvos constavam violadores ou molestadores de menores, maridos infiéis, ... Todos os crimes seguiram o ritual da Louva-a-deus, o que acabou por designar o caso e a criminosa. 

 

Passado este tempo, nova onda de crimes começa a aterrorizar França. Todos eles praticados com base nos praticados há 20 anos atrás. A Mantis oferece-se para colaborar com a polícia, ajudando a descobrir o (a) serial killer, desde que do caso faça parte o seu filho, elemento da polícia que a odeia e evita ser associado a tal pessoa, dizendo ter perdido a mãe num acidente de avião. Este acaba por aceitar desde que a equipa não saiba quem é a sua progenitora. 

 

   Os dois primeiros episódios pareceram-me aborrecidos. Contudo, quando o mistério se intensifica, é impossível deixar de acompanhar a série. Por vezes, o perigo está ao nosso lado. Há ainda um elemento desconhecido que impulsionou o desenvolvimento da personalidade de A Mantis. Da mesma forma, o (a) seu (sua) seguidor(a) é alguém que foi, no passado, liberto(a) por ela do sofrimento causado por um pai abusador. Só que, neste caso, as vítimas não eram agressores(as)...

 

Veja o trailer

 

 

Avaliação: 3,5 em 5 estrelas.

16 comentários

Comentar post