Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião e entretenimento, no deambular entre pólos

[in]Sensato

Momentos de reflexão, opinião e entretenimento, no deambular entre pólos

Ninguém merece uma equipa Sapo Blogs que promova destaques

Com base em bloguistas favoritos, com conteúdo nulo, sem dar prioridade à democracia...

Inclusive, nesta plataforma, assiste-se a bloguistas que apenas comentam os blogues da autoria dos preferidos, afastando-se daqueles que dizem o que pensam, sobretudo se tal não for a favor dos princípios (quais?) da equipa em causa.

 

   Desta vez, o que considero intolerável ocorreu. E não foi o facto da equipa em questão abnegar ou repudiar os meus e-mails que não merecem resposta. Neste meu blogue escrevi, pelo menos, 2 artigos a respeito da atual situação dos professores, bem como critiquei currículos e tenho vindo a defender a educação para os afetos. Defendo o reposicionamento dos professores na carreira, mesmo que não acompanhado do respetivo vencimento. Acredito que muitos outros tenham vindo a escrever a respeito destas temáticas jamais, até então, merecedoras de destaque na página do Sapo. Hoje, ao aceder ao portal Sapo, deparei-me com um destaque que não deixa de ser merecido, mas que, de certo modo, incentiva o posicionamento da sociedade contra os professores. E um artigo que mostre o outro lado? Seguramente, tal Equipa não terá encontrado nenhum na sua vasta blogosfera. É isto o que se entende por democracia? É esta uma das prioridades da Equipa, mesmo enfatizando blogues que recorrem ao palavrão ordinário e desnecessário ou pareça promotora dos direitos LGBT, sem atender ao quão rigorosa deve fazer-se uma seleção que vise a mudança de mentalidades?

 

Destaque promovido pela Equipa Sapo Blogs em 24/07/18

 

   Definitivamente, este não é o meu lugar e ao WordPress ou Blogspot devo voltar. 

Os professores merecem respeito.

As ideias devem ser confrontadas com outras, por forma a promover um sistema dialético que leve cada um a formar um juízo. 

 

Só mais uma nota, um pouco fora do contexto.

Quando a série A Casa de Papel surgiu na Netflix aqui escrevi o meu parecer. O mesmo tem vindo a acontecer com outras. Como qualquer leitor pode constatar, os destaques referentes à série em causa surgiram mais tarde, todos eles da autoria dos elementos tradicionais.

Nem o assassinato do jovem estudante universitário, oriundo de Santa Comba Dão, mereceu a atenção desta plataforma... 

 

5.º blogue mais comentado neste dia

 

46 comentários

Comentar post

Pág. 1/2