Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[In]sensato

O (in)correto deambula entre nós...

[In]sensato

O (in)correto deambula entre nós...

As Telefonistas - um parecer sobre a 2.ª temporada

   A segunda temporada de As Telefonistas, série Espanhola da Netflix, chegou-nos a 25 de dezembro. A respeito da 1.ª temporada escrevi aqui

Devido aos incêndios que afetaram e devastaram o nosso país, com predominância da região Centro, sem internet fixa até à semana passada, apenas neste fim de semana consegui concluir a visualização da temporada atual, que em nada desiludiu quanto aos padrões de qualidade da anterior.

 

As Telefonistas T2

 

   A trama retrata a vida de Lídia (Blanca Suárez), Carlota (Ana Fernández), Ángelez (Maggie Civantos) e Margae (Nadia de Santiago), funcionárias da companhia telefónica, em Madrid na década de 20. As quatro protagonizam situações típicas das mulheres que ousaram trabalhar no início do século passado, tais como o preconceito, relacionamentos e amizades num ambiente de trabalho por vezes inóspito. Destaca-se a procura pela independência liberdade.

 

   À semelhança da temporada anterior, os episódios da atual começam por enfatizar a violência doméstica. Um crime, a continuidade de enredos anteriores e a chegada de novos agilizam os vários episódios. As personagens Lídia, Ángeles, Marga e Carlota serão forçadas a manter um segredo que irá provocá-las, testá-las e incomodá-las, mas que acabará tornando a amizade delas mais forte do que nunca. Novos personagens, novas histórias, novos finais e especialmente novos inícios. Os direitos dos trabalhadores, amores e desamores, o funcionamento dos sanatórios naquela época, as drogas, o poder dos ricos e a transexualidade são temáticas abordadas. 

 

Classificação de 4,5 em 5  

 

Assista ao trailer 

 

 

11 comentários

Comentar post