Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

[In]sensato

O (in)correto deambula entre nós

[In]sensato

O (in)correto deambula entre nós

Paul Young - Everytime You Go Away

 

Let love sparkle by PP

 

 

 

O tempo é incerto.

De um rosto outrora macio, um rio de lava queima-o.

Em si, procura a razão da insensatez que o remeteu ao vazio.

Saudades, termo efusivo que brota de uma alma, cujos sentires não são permitidos.

 

Emanuel by Joeys Barro photography

 

Dos anos 80, Paul Young e o intemporal Everytime You Go Away.

Verifique a letra aqui.

 

 

Desafio 52 Semanas - Quem gostaria de conhecer ou ter conhecido

   Volvida uma semana após o último Desafio 52 Semanas, eis que o tema desta 9.ª semana é referente a quem gostaria de ter conhecido ou vir a conhecer.

 

Desafio 52 semanas by Fátima Bento

 

   A minha resposta a este desafio é extremamente simples. Gostaria de conhecer um grande amor, a fé e o alento para mudar muita da minha inércia dolente. Tenho muito prazer quando conheço exemplos de vida, de luta e quem me incentiva/ ajuda a ir além, contra um sistema corrupto, corrosivo e viciado.

 

 

De Fabian Perez

 

 

 

   Neste desafio participam, para além de mim, por ordem alfabética, a 3ª face, a Ana, a Catarina, o Carlos, a Carlota, a Charneca em Flor, a Daniela, a Desarrumada, a Fátima, a Gorduchita,  Happy, a Hipster Chic, a Isabel, a Mãe A, a Mariana, a Maria Mocha, a Marquesa de Marvila, a Mimi, a Paula, a Sweetener, a Sofia  e o Triptofano .

 

Verifique o que cada um de nós vai respondendo ao longo do ano.

Também pode seguir a tag  52 semanas

 

Opinião - Táxi Driver (de 2017)

   Quando me deparei com o título, sem me preocupar com a leitura do argumento, pensei tratar-se de uma nova versão da polémica dos anos 70, com Robert de Niro e Judie Foster. Nada disso, estamos perante um título indie

 

Taxi-Driver-2017

 

   Trata-se de uma obra Coreana, dirigida por Hun Jang. De início pensei tratar-se de uma comédia, até que o nível de sensibilidade do filme começou a desenrolar-se.

 

  Indo ao encontro do Massacre Gwangjude 1980, um acontecimento histórico e trágico da Coreia do Sul, na procura da democracia, o diretor traz-nos um filme de grande carga sentimental. Há um toque especial na abordagem deste tema trágico, incidindo sobre a ligação entre um repórter alemão (Thomas Kretschmann) e taxista (Song Kang-ho) que o ajudou na recolha das notícias a divulgar para todo o mundo. Muitos dos factos são verídicos.

 

taxi-driver

 

Uma das provas de que o cinema americano não é o melhor.

Eis o trailer, com legendas em inglês.

 

 

Pág. 3/3