Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

[In]sensato

O (in)correto deambula entre nós...

[In]sensato

O (in)correto deambula entre nós...

A série Ingobernable

 

 

 

Ingobernable

 

 

 

 

   Ingobernable é uma série mexicana, da Netflix, lançada em março deste ano e com a segunda temporada prevista para 2018. É protagonizada pela verdadeira La Reina del Sur (2010), Kate Del Castillo.

   O suspense está presente do princípio ao fim, num mundo onde nem tudo é o que parece ser. Ao dar vida à 1.ª dama do México, a personagem principal, Emília será suspeita do assassinato do marido, dado um cenério previamente delineado. Quem matou o Presidente do México? À nossa agora ex-primeira dama resta fugir e continuar a descobrir a verdade...

 

A ver, o trailer.

Escolho o Centro de Portugal

   Escolho o Centro de Portugal é um filme destinado a promover o turismo no Centro do nosso país. Uma região do país tantas vezes esquecida e com tanto para descobrir aos níveis geomorfológico, termal, histórico e cultural. Entre outros, desta região fazem parte o centro histórico de Viseu, os vinhos, o Mosteiro da Batalha, os amores e saberes de Coimbra, a botânica e a história da Serra do Buçaco, a petrologia das Serras do Caramulo e da Estrela; esta última repleta de pormenores das diferentes áreas do saber, culturas, saberes e pormenores gastronómicos ímpares. Não podemos esquecer as poderosas fontes de geotermalismo, nem sempre devidamente exploradas e promovidas. Uma região única, tantas vezes abdicada pelos próprios habitantes viciados no turismo de massas, em que todos os caminhos do país levam-nos ao Algarve. São esquecidos lugares fabulosos da nossa costa, como Aveiro e Nazaré.

 

 

   Escolho o Centro de Portugal foi dedicado às vítimas do grande incêndio que deflagrou a 17 de junho deste ano, em Pedrógão Grande, que provocou 64 mortos e mais de 200 feridos. A obra foi distinguida no 50º Festival Internacional de Filme e Vídeo, que se realizou em Los Angeles.

 

Motivar as Crianças para a Leitura

   

kids-894787 in Pixabay

 

 

 

 

   Atualmente, dada a grande diversidade de recursos multimédia e estímulos, motivar para a leitura nem sempre é fácil. Apesar da minha área estar relacionada com as Ciências Exatas, frequentemente oiço os alunos queixarem-se da falta de animações num livro, a extensividade do mesmo ou não gostarem de "tanta letra".

 

   Um livro é um desafio, um mar de oportunidades e um recurso à imaginação sem limites. Com ele podemos sentir emoções, desencadear debates, aprender, voar entre cenários e personagens só nossas.

Muitos pais não valorizam este apelo à promoção da imaginação. Esta não é somente útil para a escrita. Também a matemática, por exemplo, requer "imaginação". Frequentemente temos de levar o nosso pensamento além do óbvio e no óbvio criar situações conducentes a uma melhor compreensão da situação problema.

 

   A leitura deve adequar-se ao gosto da criança/adolescente, devendo-se explorar diferentes estilos. Na verdade, trata-se de um desafio. Por o meu amigo ler toda a trilogia de X, nada me obriga a ter o mesmo comportamento. Posso gostar de outros estilos ou trilogias que não aquela. Não podemos esquecer também o enriquecimento do vocabulário proporcionado. Assim, que tal estabelecer metas para a leitura de um livro, de que são exemplo o número de páginas ou capítulos/dia? 

 

   Acerca de motivar as crianças para a leitura, assista à seguinte animação. 

 

 

 

 

 

 

Foram Breves e Medonhas as Noites de Amor

 

 

tumblr_ou5vq49IYo1qem4c8o1_1280.jpg

 

 

 

Foram breves e medonhas as noites de amor
e regressar do âmago delas esfiapava-lhe o corpo
habitado ainda por flutuantes mãos

 

estava nu
sem água e sem luz que lhe mostrasse como era
ou como poderia construir a perfeição

 

os dias foram-se sumindo cor de chumbo
na procura incessante doutra amizade
que lhe prolongasse a vida

 

e uma vez acordou
caminhou lentamente por cima da idade
tão longe quanto pôde
onde era possível inventar outra infância
que não lhe ferisse o coração

 

Al Berto in O Medo